Busca

noticias

Empresa brasileira comercializa canudos feitos de papel biodegradável

Estes são os primeiros canudos do material no mercado nacional e poderão ser adquiridos pelo site da empresa a partir de agosto
fonte: http://snip.ly/pp26o3/#http://ciclovivo.com.br
categoria: Plástico

 Por todo o mundo, políticas sustentáveis estão sendo desenvolvidas para lidar com a poluição plástica. No Brasil não é diferente e para incentivar essas ações, empresas estão desenvolvendo produtos que possam substituir seus exemplares plásticos. É o caso da Fulpel Group, empresa nacional que vai começar a comercializar canudos biodegradáveis em agosto deste ano.
A empresa, que já produz outros tipos de embalagens sustentáveis há 24 anos, investiu em maquinário e tecnologia para desenvolver um canudo que servisse como substituto para os de plástico que são oferecidos em diversos comércios.

O produto será o primeiro no mercado brasileiro feito de papel biodegradável de madeira de reflorestamento certificado e o lançamento foi feito na última edição da Fispal (Feira Internacional de Tecnologia para a Indústria de Alimentos e Bebidas), em junho.

O canudo de papel biodegradável virá em três tamanhos. O de 6 mm de diâmetro, para sucos e refrigerantes, será o primeiro a ser disponibilizado. Há também o de 8 mm, para vitaminas e sucos mais grossos, e o de 11 mm para milkshakes.

O canudo de papel nos comércios

Apesar do alto custo do produto – cerca de 13 vezes mais caro que o canudo de plástico -, o gestor comercial da Fulpel, Wellington de Paula, acredita que as redes de fast-food podem impulsionar este mercado, popularizando o eproduto e compensando os custos. “Esse mercado segue em expansão e estamos atrelados a isso, especialmente no segmento de alimentação fora do lar. Nesse cenário, projetamos crescer mais de 30% esse ano”, disse em entrevista ao DCI (Diário Comércio Indústria & Serviço).
“Alguns setores já começam a se movimentar pela causa, chamando atenção para o problema mundial. No Reino Unido, por exemplo, a rede McDonald’s substituirá os canudos de plásticos por canudos de papel a partir de setembro deste ano. Aqui no Brasil, o Rio de Janeiro foi a primeira cidade do país a ter lei que proíbe o uso dos canudos plásticos em estabelecimentos comerciais. Por isso o nosso objetivo é o de oferecer qualidade e preço justo para que o uso do canudo de papel seja cada vez maior no Brasil”, afirma Marcos Silva, diretor da Fulpel.
A exemplo dos outros produtos da marca, o canudo de papel vai ser vendido pelo 
site da Fulpel. Cada caixa com mil unidades custará R$ 150 reais.

 

© Copyright 2012-2018 - sucatas.com ® | Design Media Farm | Desenvolvimento: Bagus TI Consultoria