Busca

noticias

Máscaras e luvas descartáveis se tornaram um novo problema ambiental


fonte: https://socientifica.com.br/mascaras-e-luvas-descartaveis-se-tornaram-um-novo-problema-ambiental/
categoria: Meio Ambiente

Com a pandemia do novo coronavírus, a poluição em muitos lugares parece ter diminuído, é como se o planeta pudesse respirar novamente. Mas com a pandemia também surgiu um novo problema ambiental: as máscaras e luvas descartáveis.

Várias organizações se mostraram preocupadas agora que praias, rios e esgotos simplesmente estão cheios destes aparatos de proteção. A medida que o mundo continua a lidar com o vírus, a quantidade de EPI que é descartada de forma indevida parece aumentar exponencialmente.

Máscaras e luvas descartáveis não são um problema apenas em ambientes naturais

Uma equipe de conservação oceânica da França chamado Opération Mer Propre, documenta regularmente suas operações de limpeza do oceano nas mídias sociais. A organização relatou ter visto muito mais peças de EPI no mar Mediterrâneo.

 

Máscara e luvas descatáveis poluem

(Imagem: Opération Mer Propre)
O meio ambiente não é o único que está sendo afetado pela poluição causada pelo coronavírus, várias autoridades, em diversos países também relataram que esgotos e estações de bombeamento de águas pluviais estão entupidos com luvas de látex e máscaras faciais. Acredita-se que muitas pessoas estão descartando estes itens em vasos sanitários.

O descarte inadequado de EPI pode promover a contaminação

Até o momento não há nenhum estudo sobre o tamanho deste problema, entretanto a  Associated Press entrou em contato com 15 autoridades de cidades dos EUA e todos relataram ter tido muito mais obstruções de esgoto e problemas de drenagem desde o início da pandemia.

 

 Já ciente do grande problema causado pelo descarte inadequado de máscaras e luvas descartáveis, a Agência de Proteção Ambiental dos EUA divulgou uma declaração dizendo aos cidadãos para descartar adequadamente os EPIs.

“Ninguém deve deixar luvas ou máscaras de plástico usadas no chão em um estacionamento ou jogá-las nos arbustos”, disse David Biderman, diretor executivo e CEO da Associação de Resíduos Sólidos da América do Norte (SWANA), em comunicado . “O EPI contaminado no solo aumenta o risco de exposição ao COVID-19 e tem impactos negativos no meio ambiente.”
Embora o vírus possa se tornar inativo após alguns dias, o EPI usado deve ser descartado adequadamente e o mais rápido possível, para mitigar o risco de infecção de pessoas envolvidas no gerenciamento de resíduos.

 

 

 

© Copyright 2012-2020 - sucatas.com ® | Design Media Farm | Desenvolvimento: Bagus TI Consultoria