Busca

noticias

Desde 2019, 645 lixões foram fechados no Brasil

O número representa uma queda de 20% no número total
fonte:
categoria: Meio Ambiente

Publicado em 03/01/2022 14h27

Lixão Zero

O Lixão Zero é o principal programa em execução da chamada Agenda Ambiental Urbana, criada em 2019, pelo Ministério do Meio Ambiente - Foto: Divulgação/Agência Brasília

O Lixão Zero é o principal programa da chamada Agenda Ambiental Urbana, criada pelo Ministério do Meio Ambiente. Desde 2019, 645 lixões foram fechados no Brasil, o que representa uma queda de 20% no período. A pasta também investiu R$ 200 milhões em coleta seletiva e triagem mecanizada para ampliar a reciclagem dos resíduos.

Outra aposta do programa é o reaproveitamento e reciclagem do que vai para o lixo. Entre as ações, estão investimentos em geração de energia. Em setembro de 2021, o Ministério de Minas e Energia, em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, realizou o primeiro leilão de energia a partir dos resíduos sólidos, com investimentos de mais de R$ 500 milhões.

PUBLICIDADE


 

Logística Reversa

O Sistema de Logística Reversa amplia o reaproveitamento e descarte adequado do lixo. Dez capitais brasileiras já implementaram pontos de coleta de eletroeletrônicos. Entre 2019 e 2020, foram recolhidas 470 toneladas de eletroeletrônicos. São itens que deixaram de ser descartados no meio ambiente, causando a poluição do solo e das águas. A meta do ministério é chegar a cinco mil pontos de coleta até 2025.

Além dos eletroeletrônicos, mais de três mil pontos de descarte de medicamentos já foram instalados, bem como sistemas para recolhimento de baterias de chumbo, latas de alumínio, óleo lubrificante e embalagens de defensivos agrícolas. Foram recolhidos e destinados para reciclagem mais de 275 mil toneladas de baterias, o que permitiu a reciclagem de 144 mil toneladas de chumbo.

Com informações do Ministério do Meio Ambiente

© Copyright 2012-2022 - sucatas.com ® | Design Media Farm | Desenvolvimento: Bagus TI Consultoria