Busca

Material Didatico - Trilhos

Trilhos Ferroviários


fonte: Fepasa - Ferrovia Paulista S/A
categoria: Trilho

Trilhos Ferroviários

    Trilhos são perfis de aço laminado, dispostos de forma paralela entre si, sobre dormentes as quais são peças de madeira, de concreto armado, de aço ou ainda de polimeros. Os trilhos são fixados sobre os dormentes através de elementos de fixação, compostos por grampos. Os dormentes assentam por sua vez em cima de brita, composto por rochas trituradas em granulometrias definidas. O conjunto forma as denominadas vias-férreas por onde podem circular trens, bondes, automotoras. Os trilhos também podem ser utilizados para formar o caminho de rolamento de uma ponte rolante.

    É comum atribuir a designação de trilho a qualquer dispositivo que permita o guiamento ou o suporte e o guiamento de rodas, ganchos ou outros. Assim,  as portas de correr têm trilhos, e também as cortinas.

 

    A partir da Esq.: tipo UIC 60, tipo Vignole, tipo Broca ou a garganta, tipo duplo cogumelo: simétrico, e assimétrico

    Os tipos de trilho são dos mais variados, existindo aqueles não mais fabricados, mas ainda existentes na malha ferroviária e os mais recentemente usados, cujos tipos previstos são conforme dados da CSN(Cia. Siderúrgica Nacional) e Padronização recomendada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). 

    O perfil de trilho mais comum utilizado na ferrovia é o
designado perfil "Vignol".

Partes

  • a cabeça ou "boleto", cuja face superior constitui a mesa de rolamento;

  • a alma, parte vertical ligando a cabeça à patilha;

  • a patilha ou "patim", base inferior que assenta sobre as travessas, alargada e oferecendo resistência à alteração da inclinação transversal dos carris.

Tipos e medidas

Norma AREMA(AREA)



Norma UIC




Norma UIC




"TIPOS" de trilhos ferroviários em função do mercado
 
Tipo Definição Uso
Normais Assim denominadas aqueles trilhos que possuírem comprimento superior a 7 (sete) metros lineares. Estaqueamento e escoras na construção civil.  Rolamentos: desvios, pontes rolantes, canteiros de obras, etc.  
Intermediárias São as barras de trilhos com comprimentos compreendidos entre 3 (três) metros lineares e 7 (sete) metros lineares.   Laminações, escoras e estaqueamento restrito, e outros com menor cotação. 
Sucatas São as barras de trilhos constituídas de pedaços menores que 3 metros linear e as retorcidas com qualquer comprimento.     Laminações restritas, sucatas e outros com menor cotação. 

Dimensões dos trilhos obsoletos

    São trilhos já utilizados, com perfis inferiores ao TR 45  e comprimento superior a 7 (sete) metros que apresentam o patim e o boleto em bom estado de conservação.  

Trilhos já erradicados
- Subdividido em :  
  • Posto Pátio 
        É a situação em que os trilhos foram erradicados pela empresa geradora do material e transportado em pátios de armazenamentos de fácil acesso aos interessados compradores.
  • Ao Longo de Trechos 
        São os casos de trilhos erradicados e deixados ao longo do leito, sem os serviços de carga, transporte e descargas nos pátios de armazenamentos.  O serviço de carga e transporte é de responsabilidade do comprador.
Trilhos à erradicar
- Subdividido em:
  • Fácil acesso 
        Considera-se de fácil acesso a possibilidade normal de se erradicar os trilhos e quando for possível a utilização de veículos e equipamentos para carga e transporte, ainda que em pontos esparsos, desde que não muito distantes entre si
  • Difícil acesso
        Considera-se de difícil acesso os casos onde não há possibilidade de uso de veículos e equipamentos para erradicação, carga e transporte, e ainda difícil circulação de pessoal em cortes, aterros e faixas estreitas

© Copyright 2012-2022 - sucatas.com ® | Design Media Farm | Desenvolvimento: Bagus TI Consultoria